Net Barretos - Conectando emoções!

Microsoft afunda data center e disponibiliza imagens ao vivo do fundo do mar

A Microsoft está na Bienal do Livro oferecendo aos visitantes da feira algumas inovações tecnológicas aplicada ao universo da literatura. Mas e se falarmos que a empresa instalou um data center no fundo do mar com sucesso, e que isso não é uma história de ficção?

Foi em junho que o episódio ocorreu. A companhia escolheu a Escócia para abrigar o aparato que possui 864 servidores e capacidade de armazenamento de 27,6 petabytes.

A razão para ela ter feito isso é bem simples: tantos computadores fritando o cérebro 24 horas por dia cobram um preço em termos de energia, tanto para o processamento quanto para o resfriamento. E pelo menos um desses custos pode ser otimizado se você puder simplesmente afundar essas máquinas em muita água.

Resultado de imagem para google mar

Chamado de Projeto Natick, a ideia da dona do Windows é testar a viabilidade desse tipo de instalação submarina. Assim seria possível não só economizar com o gasto energético, massubstituí-lo por fontes renováveis.

Claro, isso pode acabar impactando a vida marinha do mar onde o data center foi instalado. Mas também se mostrando preocupada com esse possível efeito colateral, a Microsoft instalou duas câmeras na parte de fora do aparato. Isso permitirá que não só a empresa monitore as condições da vida aquática, como também matará a curiosidade daqueles que gostam de explorar o fundo do mar.

Isso porque a companhia está disponibilizando via streaming as imagens em tempo real captadas pelas duas lentes. Para conferir é bem fácil: basta acessar o site do Projeto Natick. Por lá, existem maiores explicações sobre o programa (em inglês) e dois reprodutores de mídia que podem inclusive serem acessados simultaneamente.

Gostou? Ficou curioso? Clique no link a seguir para acessar o site com as câmeras:

Câmeras Natick

Fonte: Tudo Celular

Use QR-Code to get this permaking using your Smartphone. QR Code for Microsoft afunda data center e disponibiliza imagens ao vivo do fundo do mar

Deixe o seu comentário