Net Barretos - Conectando emoções!

Prefeito anuncia cortes de leitos do SUS e redução de atendimentos para região

Relatório apresentado por consultoria mostrou dívida de R$ 63 milhões até setembro

 Prefeito anuncia cortes de leitos do SUS e redução de atendimentos para região

O prefeito Guilherme Ávila e comissão interventora apresentaram ontem o resultado da consultoria contratada para fazer diagnóstico da real situação da Santa Casa. Na oportunidade, o prefeito destacou que os equipamentos usados para cirurgias e internações estão sucateados, o que coloca em risco a vida dos pacientes.

Para conter os gastos, o prefeito confirmou o corte gradativo de 30 leitos do SUS no terceiro andar, redução no atendimento a pacientes de cidades da região que não colaboram com o hospital e férias compulsórias para 10 funcionários.

“Não dá para a prefeitura de Barretos atender os municípios da região e o dinheiro do barretense ficar custeando pessoas que vem de fora principalmente de outras regiões do Estado e que o município só contribui com déficit”, afirmou.

Em algumas cidades, como Colômbia e Jaborandi, os prefeitos estão repassando subvenções ao hospital. “Prontamente atenderam ao nosso pedido e estão enviando recursos mensalmente”, explicou.

O prefeito não descartou a possibilidade de reduzir outros serviços como da ala psiquiátrica onde houve cortes inclusive de leitos. “A ala continuará funcionando com número de leitos reduzidos e estamos estudando outras áreas que poderão fechar parcialmente ou totalmente”, explicou.

Sobre as UTIs, o prefeito garantiu que por enquanto a Adulto e Neonatal manterão os  atendimentos normais. “A UTI não é obrigação legal do município hoje estamos tocando porque entendemos da necessidade tanto para os pacientes de Barretos quanto da região, mas é imprescindível apoio do governo federal para que tudo continue funcionando”, disse.

Em ações judiciais a Santa Casa tem dívida de R$ 10 milhões e a folha de pagamento chega a R$ 1, 1 milhão mensais sem contar os  vencimentos dos médicos que estão em atraso.

O hospital tem R$ 25 milhões em financiamento, R$ 17 milhões em tributos e dívida de pouco mais de R$ 3,5 milhões com fornecedores. Tanto a CPFL quanto a fornecedora de gases industriais White Martins possuem parcelamentos com a unidade hospitalar. Dos 48 funcionários demitidos, a Santa Casa pagou os direitos de 29.

“Para sairmos dessa situação são necessários R$ 6 milhões, mas tanto o governo do estado quanto o federal ainda não enviaram recursos extras para manutenção”, finalizou. O Ministério Público, que recomendou a intervenção do município, já foi informado sobre os dados e as decisões tomadas para conter gastos.

Fonte : http://www.odiarioonline.com.br

Use QR-Code to get this permaking using your Smartphone. QR Code for Prefeito anuncia cortes de leitos do SUS e redução de atendimentos para região

Deixe o seu comentário